Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Como chuva numa triste noite de Primavera da cidade Invicta

A chuva bate

Bate com cada vez maior intensidade

Bate e eu não a sinto

São os meus os olhos que dizem que ela é terrivel

A chuva que me atinge não supera uma dor

É uma dor intensa

Que atinge a minha alma

Que se reflecte no meu corpo

E por isso caminho por esta calçada

Por esta rua rodeada pelas trevas

E não sinto a chuva

Não sinto a cidade deserta

Não sinto o medo da sua obscuridade

Só te sinto a ti

Só tu estás comigo

Só tu estás na minha mente

 

A minha dor é tão intensa quanto a chuva

Chuva que bate impiedosamente no chão

Tal como a minha dor

Tal como os meus inúteis sentimentos

Bate e esmaga-se

Espalha-se e escorre

É uma dor pisada

São sentimentos pisados

Pelos pés da tua indiferença

 

No fim esses sentimentos

Para ti nada são

São como mera chuva

Mas para mim

E por minha ignorância

São como o sol que brilha no horizonte

Aquele sol que há muito se pôs

Aquele verdadeiro sol que já não brilha

E dá lugar á chuva

Que dá lugar a esta triste noite

Aquele sol que para ti

Somente seca as lágrimas da minha dor

Aquele sol que se confunde

Como chuva numa triste noite de Primavera da cidade Invicta.

publicado por Borges às 05:55
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Violeta* a 28 de Março de 2008 às 21:45
pim.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novos blog´s. Obrigado.

. Terça-Feira, 8 de Abril d...

. Cessou!

. Não lhe consigo colocar t...

. Como chuva numa triste no...

. Porque não consigo dizer ...

. Se pedir paciência, será ...

. Adeus!

. Dizer-te

. Respostas

. Ondas da minha própria do...

. Simplesmente desapareceu ...

. Monstro anormal.

. Encontrar-me.

. Eu não me preocupo

. Odeia todos os os dias da...

. Uma pura inocência mortal...

. O Agradecimento

. A minha vida

. Amiga

. Toma a minha mão! (Estou ...

. Porta de saida

. A minha dor

. Eu não estou bem!

. Alucinogénico

. Abre os teus olhos

. Cinco minutos

. Anjo impossível

. Partir? mudar?... Uma cer...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds