Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

Simplesmente desapareceu para a eternidade

Passo sobre passo

A cada passo ela foi embora

Num momento ela foi para longe

Já nada resta

Abandonou tudo

Deixou-me aqui só

Somente com as nossas recordações

Tudo que tínhamos ela abandonou

Simplesmente desapareceu para a eternidade

 

Já não vejo o teu brilho

Estás fria

Não te moves

Já não respiras

Perdi o teu sorriso!

Foi uma luz que te levou

Mas porquê?

Quem te quis levar?

Não podes voltar?

Volta a brilhar

Volta para mim

Não consigo viver sem o teu sorriso!

 

O que significa uma pedra com um nome?

O teu brilho era a vida

A vida que nunca sonhei ter

Hoje foste embora

E contigo levas-te as nossas vidas

Eu quero-te aqui

Porque te levaram para sempre?

Volta nem que seja por um segundo

Quero sentir-te aqui

Quer ser iluminado pelo teu brilho

Ou leva-me contigo para onde quer que vás!

 

Porque partis-te para tão longe?

É tão longe que eu não consigo alcançar!

Quero o teu sorriso

Quero o teu brilho

Contigo levaram o meu coração

Sem ti não há brilho que me faça sorrir

Toma a minha mão

Leva-me contigo para longe

Para onde te possa para sempre alcançar

E para sempre lá possamos ficar!

 

Porque te levaram?

Tinha mesmo de ser assim?

Dizem que é eterno

Será como nós

Seremos eternos!

O teu brilho já não é visível

Mas eu sei que brilhas

O teu brilho é eterno

Tal como as minhas lágrimas serão!

 

Na pedra escrevem o teu nome

No meu coração o teu nome está

Na minha mente o teu sorriso permanece

Tudo está aqui comigo

Somente tu não estás

Porquê?

Quem te levou?

Tinha de ser assim?

Por favor volta brilhar aqui

É aqui que tens de brilhar

Não quero que brilhes na eternidade

Quero que brilhes aqui

Eternamente ao meu lado!

Volta para mim

Volta a sorrir

Volta a viver

Volta para o meu lado

Brilha eternamente

Sorri…

Mas aqui

Eternamente ao meu lado!

publicado por Borges às 02:02
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Violette* a 14 de Dezembro de 2007 às 22:28
a eternidade perdura na recordação.
para quê ficar preso ao desmebrado passado
na ansia de encontrar o que já nao existe?

pensa nisto

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novos blog´s. Obrigado.

. Terça-Feira, 8 de Abril d...

. Cessou!

. Não lhe consigo colocar t...

. Como chuva numa triste no...

. Porque não consigo dizer ...

. Se pedir paciência, será ...

. Adeus!

. Dizer-te

. Respostas

. Ondas da minha própria do...

. Simplesmente desapareceu ...

. Monstro anormal.

. Encontrar-me.

. Eu não me preocupo

. Odeia todos os os dias da...

. Uma pura inocência mortal...

. O Agradecimento

. A minha vida

. Amiga

. Toma a minha mão! (Estou ...

. Porta de saida

. A minha dor

. Eu não estou bem!

. Alucinogénico

. Abre os teus olhos

. Cinco minutos

. Anjo impossível

. Partir? mudar?... Uma cer...

.arquivos

. Dezembro 2010

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds